ATP 500

  • Crédito: Rio Open/Site oficial

    O Rio Open iniciará nesta terça-feira, dia 19 de fevereiro.

Os fatos para assistir o Rio Open

O torneio carioca tem vários motivos para você observar e acompanhar durante o evento
Por: Redação e agências - 19/02/2019 13:44:11

O ATP 500 do Rio de janeiro, o Rio Open, comecaria no dia de ontem, mas devido as chuvas que cairam na cidade maravilhosa, toda a grade de jogos foi adiada para o dia de hoje, terça-feira(19/2). Separamos aqui 10 pontos de relevância para vocie acompanhar no torneio carioca.

1) O tour de um mês de duração do circuito ATP, pela América Latina, continua com o Rio Open como a terceira parada e o primeiro evento de quadra de saibro de nível 500 do ano. O atual campeão Diego Schwartzman e Dominic Thiem, campeão de 2017, são duas das quatro principais atrações, com os italianos Fabio Fognini e o vencedor do Argentina Open, Marco Cecchinato, completando o quarteto máximo.

2) Dominic Thiem entra no Rio Open como o cabeça de chave número um e número 8 do mundo, com o objetivo de recuperar o título conquistado em 2017, tendo perdido para Fernando Verdasco nas quartas-de-final do ano passado. O austríaco, que chegou à sua primeira final do Grand Slam no barro vermelho de Roland Garros no ano passado, tem um recorde de 10-2 no Aberto do Rio, incluindo uma semifinal em sua primeira aparição em 2016.

3) Cabeça de chave No. 2, o italiano Fabio Fognini teve um início lento no tour sul-americano. O No. 16 do mundo perdeu seus jogos de abertura em Córdoba e Buenos Aires para Aljaz Bedene e Jaume Munar, respectivamente. Mas o italiano, melhor classificado do ranking mundial, teve alguns de seus melhores resultados no Rio, especialmente derrotando Rafael Nadal nas semifinais de 2015 a caminho de sua melhor posição no torneio brasileiro.

4) Cabeça de chave No. 3, Marco Cecchinato tem um histórico negativo no Rio Open, tendo perdido todos o quatro jogos disputados em edições anteriores. No entanto, o italiano teve um recorde similar três derrotas em Buenos Aires, em três participações e na semana passada, ele acabou com este histórico negativo, erguendo o troféu de campeão, pode -se esperar tudo dele no Rio Open.

5) Diego Schwartzman conquistou seu segundo título da carreira, e primeiro no nível ATP 500, no Rio Open do ano passado. Ele ainda não conquistou nenhum outro título, desde então, mas foi a final em Buenos Aires na semana passada. Schwartzman também fez a final de duplas em Buenos Aires, em parceria com Thiem, que ele havia batido nas semifinais de simples.

6) João Sousa, Dusan Lajovic, Malek Jaziri e Nicolas Jarry ocupam as outras quatro posições de cabeças de chave do Rio Open, como fizeram na semana passada em Buenos Aires.

7) Um jogador que está com uma boa campanha no tour sul-americano é Juan Ignacio Londero, que venceu seus primeiros cinco jogos em Cordoba, como um wild card, conquistando o seu primeiro título de ATP Tour na carreira.

8) O campeão de 2016, Pablo Cuevas, é o terceiro ex-campeão do torneio carioca a se apresentar em quadra essa semana. O uruguaio conquistou seis títulos individuais de ATP Tour, todos no saibro, e quatro dos seis vieram no Brasil. Cuevas venceu três vezes em São Paulo e uma vez no Aberto do Rio.

9) Dois jovens, de 18 anos, receberam convites para a chave principal esta semana, Felix Auger-Aliassime, do Canadá e Thiago Wild, do Brasil. Eles também são dois dos mais recentes campeões de simples masculino juvenil do Aberto dos EUA: Auger-Aliassime conquistou o título em 2016, e Wild no ano passado. O terceiro wild card foi para Thiago Monteiro, finalista do Rio Open de 2017.

10) Nas duplas, os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares, estão se unindo pela primeira vez em um evento da ATP Tour desde 2016, em Estocolmo. O ex-número 1 do mundo, Melo, venceu 32 títulos de duplas da ATP Tour e o ex-número dois do mundo, Soares, ganhou 30, mas nenhum dos dois jogadores conseguiu conquistar o título carioca ainda. Melo fez a final de 2014. Soares perdeu nas semifinais, em cada uma das cinco edições do evento.

Compartilhe



Veja também...

1 Comentários

  1. IveteDiz:

    Onde eu posso assistir os melhores momentos do rio open 2019?
    obrigada

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade