ATP 500

  • Crédito: João Pires/Fotojump

    Murray e Soares já estão no Rio para a disputa do ATP 500.

Soares e Murray prontos para vencer o Rio Open

Brasileiro e britianico são os favoritos ao título do ATP carioca
Por: Redação - 17/02/2017 15:45:18

Bruno Soares e Jamie Murray chegaram com antecedência ao Rio de Janeiro para iniciar a adaptação ao piso de saibro do Rio Open. A dupla quer vencer o primeiro torneio do ano nas quadras do Jockey Club Brasileiro. O evento inicia na próxima segunda-feira, 20 e segue até domingo, 26, dia da final.

A dupla que terminou a temporada de 2016 como número 1 do mundo e venceu dois Grand Slams -Australian Open e US Open, não joga no saibro desde Roland Garros no ano passado e precisava de um tempo extra para treinar. Chegaram cedo no Rio e começaram a treinar nesta quinta-feira

"Fizemos questão de chegar bem antes para treinar e adaptar, porque a última vez que jogamos no saibro foi em Paris e a gente leva um tempinho para adaptar, mas vamos ter mais uns dias para treinar de noite também, por que é diferente de jogar de dia, e acho que vamos estar na ponta dos cascos", falou Bruno.

A rodada do Rio Open que começa às 16h30, já sem o horário de verão, vai favorecer bastante o parceiro de Bruno, Jamie Murray, que não precisará encarar o escaldante sol carioca.

"Hoje está pior que ontem, mas por sorte os jogos serão no final da tarde, então está duro só no treino, por que jogaremos em condições diferentes de humidade, sol e calor. Estou feliz em vir e competir na frente dos fãs brasileiros".

Bruno Soares emendou: "Aproveitamos para treinar ali, até de noite, que é diferente, a bola se comporta de outra maneira, a luz faz diferença, agora é só esperar o público lotar ali. Eu gosto muito da quadra 1, gosto de estádios menores do que maiores. Sensação é mais agradável quando o público está mais perto, tem essa intimidade, de caldeirão mesmo".

Murray, sobre carnaval não falou muito, apenas que sabe que começa na semana que vem e que vai ser bastante barulhento, mas o britânico já visitou o Cristo Redentor, local que confessou ter sido "uma experiência muito legal, a vista da cidade é incrível".

Uma das melhores duplas do mundo e um dos favoritos ao título do Rio Open que contará ainda com mais cinco campeões de Grand Slam, Murray e Soares, depois de um início de temporada sem títulos, querem começar a vencer aqui, no Rio.

"Nosso começo foi decepcionante, mas é um longo ano com muitos torneios para jogar e vamos tentar começar a vencer aqui", falou Murray.

"O Rio Open tem importância não só para o Brasil, mas para o calendário mundial, é um ATP 500, não são muitos ao longo do ano. É uma semana importantíssima e o torneio vem crescendo a cada ano, evoluindo muito. Jogar tênis com vista para o Cristo, não é toda semana que a gente pode. Esse ano trouxeram o Nishikori, um grande cara, fora de série, eu e o Jamie, o Marcelo com o Lukasz, então o carioca estará bem servido mais uma vez", finalizou Bruno.

A chave de duplas do Rio Open contará ainda com os bicampeões do Rio Open Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, os italianos Simone Boleli e Fabio Fognini, campeões do Australian Open em 2015, a dupla formada pelo uruguaio Pablo Cuevas, atual campeão de simples do Rio Open e vencedor do torneio de duplas de Roland Garros em 2008, com o espanhol Pablo Carreno Busta, que enfrentou Bruno Soares na final de duplas do US Open e o espanhol David Marrero e o mexicano Santiago Gonzalez.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade