ATP 1000

  • Crédito: GettyImages

    Torneios da elite do tênis tiveram novos campeões em 2018.

Masters têm números não vistos há 14 anos

Maiores torneios da elite tiveram formato de vencedores que não acontecia desde 2004
Por: Marden Diller - 04/11/2018 16:09:41
306 visualizações

Uma das situações mais comentadas nos últimos anos é a longevidade dos atletas do circuito e seu domínio constante nos maiores torneios. No entanto, no ano de 2018 deu sinais de que essa hegemonia pode estar perto de seu fim.

Pela primeira vez desde o ano 2004, o circuito profissional teve quatro campeões de Masters 1000 fora do Big 4 (Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray), sendo eles o argentino Juan Martin Del Potro, em Indian Wells; o norte-americano John Isner, em Miami; o alemão Alexander Zverev, em Madri; e o russo Karen Khachanov, em Paris.

Também nesta temporada tivemos Del Potro, Isner e Khachanov conquistando seus primeiros títulos deste nível, sendo apenas a segunda vez desde 2003 que o circuito tem três ou mais novos campeões em Masters 1000.

Tais números apenas evidenciam o domínio de Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray, algo jamais visto em toda a era aberta do esporte. Esses são os mesmos nomes que lideram a lista dos maiores vencedores: Rafael Nadal com 33 títulos, Novak Djokovic com 32 e Roger Federer com 27.

A título de comparação, apenas Andre Agassi e Pete Sampras chegam perto, tendo Agassi obtido 17 conquistas, assumindo o quarto lugar, à frente do britânico Andy Murray com 14 e de Sampras com 11. Dentre os tenistas já aposentados e na ativa, quem mais se aproxima desses nomes hegemônicos é o sueco Tomas Muster, com 8 troféus no tempo em que os torneios ainda se chamavam Tennis Masters Series.

O espanhol Rafael Nadal é o detentor dos melhores números neste tipo de torneio, tendo seus 33 títulos vindo em 49 finais disputadas, com um aproveitamento de 82% distribuídos em 362 vitórias e 77 derrotas em sua carreira. Até o ano de 2015, Nadal era o único tenista em toda a história a ter atingido 5 finais consecutivas.

Novak Djokovic, por sua vez, é o único em toda a história a conquistar 6 títulos na mesma temporada, fazendo 8 finais, sendo também o único tenista a vencer os 9 Masters 1000. O sérvio também é o único a ter anotado 7 finais consecutivas, entre os anos de 2015 e 2016, e empata com Rafael Nadal ao conquistar quatro títulos consecutivos, algo que apenas os dois conseguiram fazer, algo alcançado inicialmente pelo espanhol, que triunfou em Roma, Madri, Montreal e Cincinnati, no ano de 2013.

Confira a lista de todos os campeões de Masters 1000 em 2018.

Indian Wells

Juan Martin Del Potro

Miami

John Isner

Monte Carlo

Rafael Nadal

Madri

Alexander Zverev

Roma

Rafael Nadal

Canada

Rafael Nadal

Cincinnati

Novak Djokovic

Xangai

Novak Djokovic

Paris

Karen Khachanov

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade