ATP Finals

  • Crédito: ATP.

    Grigor Dimitrov tem a melhor temporada da carreira.
  • Crédito: ATP.

    Grigor Dimitrov comemorou o título e levantou o belo troféu do ATP Finals.

ATP Finals: Dimitrov fecha ano com chave de ouro

Búlgaro vence David Goffin, fatura o troféu do ATP Finals e entra para o top três do ranking mundial
Por: Redação - 19/11/2017 18:49:14

Como na fase de grupos, Grigor Dimitrov superou David Goffin e conquistou o título inédito do ATP Finals, maior troféu como profissional. Neste domingo, na Arena O2, em Londres, na inglaterra, o búlgaro teve mais dificuldades em relação ao primeiro duelo, mas conseguiu vencer o belga, por 2 sets a 1 (7-5, 4-6 e 6-3), em 2h29.

Com o troféu da competição que encerra a temporada, Grigor Dimitrov, de 26 anos, tem o melhor desempenho da carreira. Em 2017, o tenista da Bulgária conquistou quatro títulos, com destaque para o Masters 1000 de Cincinnati e o ATP Finals de Londres. Com isso, Dimitrov fecha o ano na terceira colocação do ranking mundial, o melhor posicionamento como profissional.

Mesmo derrotado, David Goffin atingiu o seu maior resultado no ranqueamento da ATP. Nesta segunda-feira, o belga vai ganhar uma posição em relação ao início da semana e vai terminar a temporada na sétima colocação.

Jogo

O primeiro set apresentou diversas alternâncias na disputa. Logo nos dois primeiros games, Grigor Dimitrov e David Goffin aplicaram uma quebra cada um e agitaram o torcedor presente na Arena O2. No terceiro game de saque do búlgaro, Goffin converteu o segundo break point e abriu relevante vantagem.

Porém, dois games mais tarde, Dimitrov aplicou mais uma quebra de serviço e empatou a disputa. Embalado com a recuperação, o novo número três do ranking mundial venceu o terceiro saque do belga e garantiu a virada na parcial, 7-5.

No segundo set, David Goffin e Grigor Dimitrov elevaram o seu nível nos saques, com destaque para o belga que venceu 93% dos pontos com o primeiro serviço. Goffin também pressionou o adversário no momento decisivo da parcial e foi premiado. No sétimo game, o número oito do mundo aplicou a quebra crucial e empatou a decisão, 6-4.

No set decisivo, David Goffin continuou pressionando os serviços de Grigor Dimitrov, mas perdeu as quatro oportunidades de quebra. Depois de defender o saque, Dimitrov apresentou mais intensidade no sexto game e, depois de duas chances desperdiçadas, conseguiu converter o break point. Com a vantagem, o búlgaro garantiu o título do ATP Finals, 6-3.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade