+ Notícias

  • Crédito: Getty Images Sport

    Colin Kaepernick durante premiação em 2017.

Kaepernick, Reid e NFL selam acordo

Acordo foi anunciando nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, entre as partes
Por: Redação e agências - 16/02/2019 19:42:16

A NFL, Colin Kaepernick e Eric Reid selaram a paz através de um acordo relacionado às suas queixas de conluio contra a liga e os proprietários de time e o anúncio foi feito na última sexta-feira(15/2).

Kaepernick, ex-quarterback do San Francisco 49ers, chamou a atenção em 2016 ao se ajoelhar durante a execução do hino dos EUA antes dos jogos para protestar contra as injustiças sociais e raciais no país. Sua decisão gerou uma onda de protestos ao redor da liga, mas também foi duramente criticada por muitos, incluindo o presidente Donald Trump.

Desde que o QB não renovou seu contrato com o Niners, ele não fez parte do elenco de nenhum time da NFL desde março de 2017. O que levou Kaepernick a apresentar uma queixa no meio de 2017 sob o acordo coletivo de trabalho alegando conluio para que ele não arranjasse um novo emprego da NFL.

O safety Eric Reid foi o primeiro jogador a se juntar a Kaepernick no ato de se ajoelhar durante o The Star-Spangled Banner para protestar contra a desigualdade racial e a brutalidade da polícia. Em maio a NFLPA entrou com uma queixa de conluio contra a NFL em nome de Reid, alegando que os donos de time e a liga, influenciados pelo presidente Donald Trump, fizeram um complô para evitar que ele conseguisse um novo emprego na liga.

Reid foi contratado pelo Panthers, depois de estar desempregado pboa parte da temporada 2018, para substituir o machucado Da’Norris Searcy, onde jogou 13 partidas pelo Panthers e assinou, recentemente um novo contrato, com o mesmo Panthers, por mais 3 anos e com o valor de US$ 22 milhões.

Nesta sexta-feira, em um comunicado conjunto, o advogado Mark Geragos e a NFL, disseram: “Nos últimos meses, os advogados do Sr. Kaepernick e do Sr. Reid engajaram em um diálogo contínuo com representantes da NFL”.

“Como resultado dessas discussões, as partes decidiram resolver as queixas pendentes. A resolução deste assunto está sujeita a um acordo de confidencialidade para que não haja mais nenhum comentário de qualquer uma das partes”, completou.

 

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade