+ Notícias

  • Crédito: Ben Solomon/Tennis Australia.

    Australian Open pode sofrer mudanças nas parciais decisivas do Grand Slam.

Australian Open pensa em mudança no set decisivo

Organização do Grand Slam disputado em Melbourne pode impor o tie-break na parcial de desempate
Por: Redação - 17/07/2018 11:54:45
228 visualizações

A longa duração do quinto set da partida entre Kevin Anderson e John Isner, válida pela semifinal do Grand Slam de Wimbledon, gerou certas discussões sobre o não tradicional tie-break na parcial de desempate em Majors. Nesta terça-feira, em comunicado oficial, o diretor geral do Australian Open, Craig Tiley, informou que a organização pode impor mudanças na disputa do quinto set.

"Nos últimos dias há muitos comentários públicos sobre um tiebreak no fim do quinto set para o tênis masculino", começa o diretor. "Nós encorajamos a discussão e queremos saber o que os jogadores pensam. Nós também queremos saber a opinião das jogadores sobre a implementação de um tie-break no terceiro set no tênis feminino, sobre como eles se sentem a respeito da atual condição para as duplas e em outros aspectos que existem para as condições de jogo", afirma.

Assim como em Wimbledon, o Australian Open também tem o set decisivo decidido após um tenista abrir dois games de vantagem sobre o outro. Nesta temporada, destaque para a partida entre a romena Simona Halep e a norte-americana Lauren Davis que disputaram 28 games (15 a 13) no terceiro set, com vitória da número um do ranking mundial.

Caso os tenistas sejam a favor da mudança, o Australian Open vai seguir o caminho do US Open, que é o único Grand Slam a ter o tie-break na quinta parcial. O Major norte-americano age de maneira diferente por causa de um pedido das televisões, que desejam partidas com menor duração.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade