+ Notícias

  • Crédito: GettyImages Sport

    Roger Federer durante coletiva de imprensa.

Federer analisa performance de jovens em Slams

Suíço explicou as razões que ele acredita estarem impedindo os jovens de triunfar nos Majors
Por: Marden Diller - 13/09/2018 12:33:20
496 visualizações

Aos 37 anos de idade e com 20 de carreira, o suíço Roger Federer viveu diversas gerações do circuito da ATP e tem experiência de sobra no assunto. Preparando-se para a segunda edição da Laver Cup, o tenista expôs um pouco deste conhecimento, analisando os motivos de os tenistas mais jovens não triunfarem em torneios do Grand Slam.

“Antigamente as gerações se aposentavam entre os 30 e 32 anos, agora todos jogamos até os 35 anos ou mais. Estar melhor fisicamente nos ajuda a jogar por mais tempo e isso dificulta o êxito dos mais jovens”, avaliou.

“Os jogadores de 17, 18 ou 19 anos podem voltar a ganhar Grand Slams, não há dúvida disso. Apenas depende da geração. Não importa o trabalho que eles façam, também preciso ter sorte no próprio talento e ter os meios por parte dos pais e treinadores. O apoio nacional também é bastante importante, por intermédio da federação. É preciso que tudo funciona para que um tenista possa vencer um Grand Slam como o Sampras, Chang, Borg ou Nadal fizeram quando eram tão jovens”, concluiu.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade